Palhaçada gratuita para ver e fazer no Teatro Garagem

No segundo final de semana de programação de 2016  a Cia Reallúdica, diretamente de São Paulo chega em São Bento do Sapucaí, para tirar um riso do canto de sua boca .

No sábado  dia 18 de junho às 10 horas da manhã Jane Cordeiro e seu parceiro Alexandre Santo , convidam você a olhar a vida de uma forma nova , com um olhar de palhaço, fazendo  ” RECORTES CÔMICOS DO COTIDIANO” . Nesse workshop, ao longo de duas horas, os participantes seram instigados a  observar ocotidiano, a partir de provocações lançadas dentro de sala de estudos unindo-se aos recursos técnicos aplicados (estudo prático de gag’s cômicas, técnicas de máscaras expressivas e a máscara do palhaço o nariz vermelho, e jogos teatrais,  e com  as mais sutis descobertas,  serão desafiado a propor cenas cômicas. Claissificação Livre.

Depois dessa nova perspectiva sobre a vida corriqueira a dupla retorna às 20 horas com o espetáculo de teatro ” Nó em Pingo D’ Água”, uma comédia irreverente sobre o caos dos tempos modernos, que trata com muito bom humor a questão da escassez de água potável em tempos de mudanças climáticas que levam a humanidade a um estado de alerta. Nessa trama o destino da humanidade estará nas mãos de dois palhaços atrapalhados , Astolpho e Joãoninha. O espetáculo é para todas as idades e assim como o workshop é GRATUITO.

Venha e traga seu melhor sorriso, o resto é por nossa conta !!!

Onde? Teatro Garagem Fuscalhaço: Rua Luiz Sadaki Hossaka, 121. São Bento do Sapucaí- SP.

Quanto? Gratuito

O que, quando e que horas? ·  Sábado dia 18 / 06/2016

  •    Às 10 h – workshop “ Recortes Cômicos do Cotidiano
  •    Às 20 h – espetáculo para toda família “ Nó em Pingo  D’ Água 

“ Heranças de Lá Para o Povo de Cá “

 REINAUGURAÇÃO DO TEATRO GARAGEM FUSCALHAÇO COM APRESENTAÇÃO DO GRUPO  “BAU DE FOLIAS “    

Maracatu, Coco, Reizada, Marujada, Cacuriás, Caroço, Batuque de Umbigada, Jongo e Samba-de-Roda, congada, Bumba Meu Boi.  Os nomes até podem soar não muito familiares para a maioria de nós, mas o que o grupo Baú de Folias aqui de São Bento do Sapucaí nos revela em “ Heranças de Lá Para o Povo de Cá “ é justamente o contrário, essas danças e folguedos estão presentes em diversas regiões de nosso país e fazem parte das raízes de nossa cultura. O espetáculo do grupo são- bentista mescla narrativas sobre cada manifestação cultural apresentada com suas coreografias, passos, vestimentas e adereços tudo isso tendo como base o violão e instrumentos percussivos diversos e voz.

Você poderá se surpreender ao ver essa apresentação e descobrir uma melodia que você já ouviu em outro lugar, alguns passos que lhe parecem familiar, e perceber que determinado personagem ou símbolo que você sempre vê por aí em outros contextos tem uma história e uma tradição ou até mesmo notar que determinadas combinações de cores e estampas dizem muito a respeito de determinado povo ou região do Brasil.

Venha descobrir que você conhece mais do que imaginava da cultura tradicional brasileira e de quebra assistir um belo espetáculo e quem sabe até dançar um pouco junto com o elenco.  E a melhor parte: é de graça. Sábado dia 04 de Junho às 20: 00 no Teatro Garagem Fuscalhaço.  

Exibição Gratuita de Filmes é uma das novidades do teatro

Venha para nossa sessão da tarde de domingo !!

Isso mesmo. No Teatro Garagem Fuscalhaço agora também tem cinema. Todo mês um filme diferente. Entrada gratuita. E para começar nada melhor que um lindíssimo filme sobre nossa região a Serra da Mantiqueira.  No dia 05/06 às 18 h ” Caminhos da Mantiqueira” – Classificação Indicativa Livre.

Trata-se de um documentário cultural dirigido por Galileu Garcia Jr, no qual o diretor e sua equipe percorrem toda a extensão da Serra da Mantiqueira, atravessando três estados ( São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro) e mais de 40 município, para mostrar ao Brasil e ao mundo as riquezas dessa região .

                Mas engana-se quem pensa que só de belíssimas imagens, edição talentosa e uma incrível fotografia é feito esse documentário. Ao longo de 79 minutos, o expectador é levado a uma viagem por meio das estradas da Mantiqueira passando por as mais diversas histórias verídicas ou criadas, sobre a população da região e o sua riquíssima cultura .  O caminho que nos guia Galileu vai das músicas, a arte do carro de boi, dos causos contados pelos mais velhos as histórias de fazendas e quilombos. A Natureza, a cultura e identidade de uma região contadas não somente por especialistas em biologia, história, geologia, mas sobretudo por gente da própria terra.