Cláudia Millás – MOSTRA AI, QUE SAUDADE…

Este é um trabalho autoral de dança, parte da pesquisa desenvolvida por Cláudia Millás sobre apoios corporais, inversão de eixo e utilização do espaço vertical, em que o chão se torna parede e a parede, chão. Instiga-nos a refletir sobre o que podem ser os muros e como, quem sabe, podemos transformá-los em pontes. Inverte o olhar do público e brinca com as relações espaciais. De ponta cabeça, sob outra perspectiva, seria possível reformular um problema?

Espetáculo apresentado na Universidade Federal de Uberlândia em setembro de 2019.

Ficha técnica
Concepção, criação e performance: Cláudia Millás
Direção: Guilherme Mattos
Trilha Sonora: Vinicius Alves
Provocação inicial: Daniel Santos e Fernando Barcellos
Designe de luz: Cláudia Millás e Guilherme Mattos
Fotografia: Tadeu de Oliveira
Duração: 40 minutos
Classificação: 14 anos (contém cenas de seminudez)